Tornar-se um Trader é Muito Arriscado?

POR MARCELO ALVARENGA

Falei recentemente com algumas pessoas que consideram tornar-se traders, mas tinham dúvidas se elas deveriam dar um passo em direção a este objetivo pessoal. A dúvida mais comum que ouvi foi que eles vêem o trading como algo muito arriscado, e estavam se perguntando se deveriam investir seu tempo e dinheiro em empreendimentos "mais seguros".

Antes mesmo de discutir os riscos no trading, que na verdade são muitos, falemos de outros negócios. Não existe risco em se tornar um empreendedor e iniciar seu próprio negócio? É claro que existe. Quantos estudos já vimos sobre pequenos empresários que tiveram que fechar suas empresas apenas alguns anos depois de iniciar seu próprio negócio? Pense em restaurantes que você não vê mais, lojas que agora estão fechadas e empresas de serviços ou produtos que entraram em falência.

Ser um trader é arriscado? Sim, certamente. Mas sempre existirão riscos em qualquer decisão que tomarmos em nossas vidas, seja escolhendo uma faculdade, casando, mudando de emprego ou começando um novo negócio.

Acredito que uma das grandes razões pelas quais as pessoas vêem trading como algo mais arriscado do que outros negócios é por causa das muitas histórias de fracasso no mercado de ações. Há, de fato, algumas estatísticas que mostram que mais de 90% dos traders perdem após 12 meses de trading.

É essencial compreender melhor esta taxa de fracasso de +90%. Dentro deste grupo, vamos encontrar o seguinte tipo de pessoas:

  1. Aqueles que são preguiçosos e iniciam o trading sem se dedicarem ao trabalho duro;
  2. Aqueles que estão iludidos e têm uma falsa eperança que rapidamente ganharão muito dinheiro;
  3. Aqueles que são impacientes e querem resultados imediatos, da noite para o dia;
  4. Aqueles que são irresponsáveis e tentam ganhar dinheiro correndo um enorme risco usando a alavancagem oferecida pelos corretores;
  5. Aqueles que são jogadores e operam nos mercados com a mesma atitude de alguém que joga no cassino.

Você entende o que quero dizer? Todas essas pessoas pertencem aos +90%!

Existem, é claro, outras razões pelas quais a maioria das pessoas perde, que podemos discutir em outro artigo. Mas a verdade é que pessoas com tais características falhariam em trading e, basicamente, em qualquer negócio em que se possa pensar.

Infelizmente, não temos uma estatística para mostrar a taxa de fracasso daqueles que tentam se tornar traders da maneira correta. Aqueles que não são preguiçosos, são muito responsáveis, têm clareza, são pacientes e operam com um plano de jogo. Embora não tenhamos tal número, tenho certeza de que você concorde comigo que é muito inferior a 90%, certo? Talvez 50%? 30%? 

Seja qual for o número, o risco de se tornar um trader é muito menor se você iniciar este novo negócio da maneira correta, cuidar de sua educação trading e construir a base para ter uma carreira sólida.

E quando falamos de riscos, é também essencial mencionar as oportunidades. 

Quando olhamos para os benefícios de alguém que decide viver do trading e consegue, podemos debater se as vantagens de um empreendimento comercial "mais seguro", como um novo restaurante, loja ou empresa de serviços, seriam mais significativas do que se tornar um trader consistentemente lucrativo.

  1. Você pode ser seu próprio chefe
  2. Você tem liberdade de tempo
  3. Você pode viver em qualquer lugar, tendo quase total liberdade geográfica
  4. Você pode gerar uma renda extra
  5. Você pode alcançar a liberdade financeira. Embora você provavelmente precisaria de outras fontes de renda para isso (mas que podem ser financiadas a partir de trading).

Há outros benefícios também. O capital inicial necessário para iniciar uma carreira no trading é muito menor do que a criação de uma nova empresa.

E se as coisas derem errado no trading e você não puder se tornar um rentável trader, desde que você tenha um bom plano de gestão de risco, você não perderá muito. Portanto, seu plano de saída do negócio trading é muito simples. O que, às vezes, pode ser uma enorme dor de cabeça para alguém que construiu um negócio tradicional e agora tem que lidar com contratos, rescisões, advogados, pagar dívidas, e assim por diante.

Existe o risco de se tornar um trader? Sim, é claro. Se você estiver disposto a assumir este risco, meu conselho é: tente o caminho certo, e seu risco de fracasso será muito menor do que o que vemos por aí.


>